Ministério Público notifica SAAE para a adequação das condições da água em Governador Valadares

saae-gv

O Ministério Público notificou o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Governador Valadares e deu o prazo de 30 dias para apresentar soluções para problemas detectados em relação à qualidade da água em algumas regiões do município. A notificação foi realizada no dia três de maio, mas divulgada para a imprensa nesta quarta-feira (9).

Segundo o órgão, em março foi realizada coleta para análise da qualidade da água tratada que é consumida pela população da cidade. O Centro de Apoio Técnico do Ministério Público coletou amostras em 11 pontos, dos quais seis foram em estações de tratamento de água.

Dois laboratórios fizeram a análise avaliando questões relacionadas a 23 elementos, dentre eles metais pesados, alumínio e turbidez. Os resultados dos laudos não identificaram metais pesados nas amostras analisadas; também não foi detectada contaminação microbiológica por coliformes totais. No entanto, os laudos apontaram índice de alumínio superior ao padrão de potabilidade na ETA de Baguari e em um ponto do Bairro Vila Isa, em amostra colhida na Igreja Católica Nossa Senhora de Fátima. Nesses pontos, a cor aparente também não estava em conformidade com os padrões exigidos, segundo o MP.

A cor aparente também apontou desconformidade com o padrão de potabilidade em amostra colhida no Hospital Samaritano, também no Bairro Vila Isa. Segundo os laudos, essa situação é provocada pela presença de resíduos nas redes de distribuição de água do bairro, já que a amostra de água tratada colhida na ETA Vila Isa atendeu aos padrões de potabilidade.

O G1 tentou contato com a Prefeitura de Governador Valadares que informou que irá tomar todas as providências que o caso requer.

Fonte: G1 Vales

Foto: Reprodução/Internet

Departamento de Jornalismo – Rádio Mundo Melhor



WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com