Estadual: Cruzeiro atinge trinca de bicampeonatos nacionais na década. Rodrigo Santana analisa o time Atleticano…

cruzeiro-fred-atletico-mg-igor-rabello-dudu-macedo-fotoarena-1280×720

A conquista do Campeonato Mineiro em 2019 fez o Cruzeiro atingir um importante feito nesta década: comemorar a trinca de bicampeonatos nacionais entre 2011 e 2019, até aqui.  Como também conquistou o Estadual do ano passado, o troféu do Campeonato Mineiro de 2019 se junta ao bicampeonato brasileiro, em 2013 e 2014, e aos dois títulos em sequência da Copa do Brasil, em 2017 e 2018. Feito que nenhum outro clube nacional conquistou nos últimos anos, uma vez que o Cruzeiro é a única equipe na história a comemorar em sequência dos títulos de Copa do Brasil.

“Cruzeiro é um time vencedor, está no DNA do clube buscar vitórias, Viemos aqui (estádio Independência) para dar vitória à torcida. Eu digo que sou otimista, mas a nossa torcida nos acompanha e é também, os nossos jogadores são, além de otimistas, são excepcionais. Tranquilamente estamos no caminho certo”,comemorou o presidente Wagner Pires de Sá em entrevista ao Hoje em Dia.

O Corinthians conquistou títulos importantes, como o tricampeonato brasileiro (2011, 2015 e 2017), mas não em sequência na década. Além de faturar também o tri do Campeonato Paulista, mas apenas bicampeão no torneio estadual, em 2017 e 2018, até aqui. E também não conseguiu o título de Copa do Brasil no período.  Já o Palmeiras tem na década o bicampeonato do torneio mais importante do País, o Campeonato Brasileiro, também sem ser em sequência. O Porco faturou a competição em 2016 e 2018, e não é campeão do Paulista desde 2008.

Títulos do Cruzeiro de 2011 até aqui em 2019

2011 – Campeonato Mineiro
2013 – Campeonato Brasileiro
2014 – Campeonato Brasileiro e Campeonato Mineiro
2017 – Copa do Brasil
2018 – Copa do Brasil e Campeonato Mineiro
2019 – Campeonato Mineiro

O título do Campeonato Mineiro não veio, mas o técnico interino Rodrigo Santana deixou uma boa impressão junto ao elenco e à diretoria do Atlético. O bom desempenho nos dois jogos à frente do time alvinegro na final contra o Cruzeiro o credenciam a comandar a equipe também nesta terça-feira (23), em uma partida com ares de decisão para o Galo.

Uma vitória sobre o Nacional, no Mineirão, manteria o Atlético vivo na Libertadores, mesmo que, matematicamente, as chances de classificar sejam ínfimas – porém, elas existem. Confiante em um “milagre”, Santana espera montar uma estratégia capaz de fazer seu time superar os uruguaios.

“A gente já colheu todo material do Nacional, já montou o material e vai mergulhar em informações em relação ao Nacional. Vamos ver como está o elenco depois de um jogo tão desgastante. Temos de levantar o emocional. A equipe tem de ir bem, independentemente do que aconteceu”, afirmou o comandante.

O Galo é o terceiro colocado do grupo E, com apenas três pontos em quatro jogos. Para se classificar às oitavas de final, precisa vencer o Nacional e o Zamora e torcer por um triunfo do Cerro Porteño sobre os uruguaios na última rodada. Além disso, tem que tirar a diferença de gols em relação ao Nacional, que tem dois gols de saldo, contra quatro tentos negativos do alvinegro.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Reprodução/Internet

Departamento de Jornalismo – Rádio Mundo Melhor



WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com